Nos últimos anos brasileiros vêm intensificando essa prática de investir em imóveis no exterior como forma de diversificação de seus ativos.

Os Estados Unidos e alguns países da Europa são os destinos mais procurados.

É uma forma de oferecer um suporte financeiro a família e uma garantia contra imprevistos como a instabilidade política, econômica e fiscal que o país vem atravessando nas últimas décadas.

Esse tipo de operação é complexa e requer muita atenção por parte dos investidores brasileiros.

Investir sem uma análise prévia das condições jurídicas do imóvel e dos vendedores pode representar transtornos futuros para o investidor.

Existem diversos fatores a serem checados no ato da compra de um imóvel no exterior, dentre os quais podemos apontar o levantamento de dívidas do imóvel, a regularização do seu registro, a existência de gravames como hipotecas, penhoras, entre tantos outros aspectos legais que merecem uma especial atenção por parte do investidor.

Além da checagem dos documentos do imóvel, é necessário ainda conferir a situação dos vendedores no que se refere a sua solvência civil e fiscal para que o comprador não venha a ser surpreendido no futuro com ações de credores tentando confiscar a propriedade adquirida para pagamento de dívidas.

O escritório ADVOCACIA INTERNACIONAL GEORGE CUNHA desenvolveu um sistema de “Due Diligence” que busca obter o máximo de informações possíveis do imóvel e dos vendedores para comprovação da solvência dos proprietários e a regularidade jurídica da propriedade adquirida.

É o que denominamos de SEGURANÇA JURÍDICA INTERNACIONAL NA COMPRA DE IMÓVEIS NO EXTERIOR, ou seja, será fornecido ao investidor brasileiro um documento informando que o imóvel a ser comprado está regular e livre de problemas futuros.

Os Estados Unidos é o país de escolha de milhares de estrangeiros que decidem investir seus recursos como forma de diversificação de seus ativos.

O segmento campeão é o investimento no mercado imobiliário(Real Estate), que disponibiliza diversos modelos de negócios.

Somente entre 2016 e 2017 investidores estrangeiros compraram mais de U$ 153 billion somente em imóveis residenciais nos Estados Unidos.

Os projetos geralmente são oferecidos no formato de Equity onde o investidor estrangeiro adquire uma cota do empreendimento e tem rendimentos anuais em torno de 10 a 15%-ROI, com promessa de retorno do capital em longo prazo.

Projetos em Real Estate, principalmente em hotéis de grandes marcas americanas são os mais comuns, não obstante existir outros modelos de empreendimentos como, Shopping Centers, Condomínios, prédios de apartamentos residenciais, entre outros.

São projetos muitas vezes promovidos por grandes grupos de empresas americanas que devem ser cuidadosamente analisados para que o investidor brasileiro possa garantir o retorno financeiro prometido e a devolução do valor principal investido.

Não é pelo fato do projeto estar sendo lançado no mercado americano que estará 100% seguro.

Muito pelo contrário.

O número de fraudes em projetos imobiliários nos Estados Unidos vem crescendo a cada dia e todo cuidado é pouco na hora de investir seu dinheiro.

Desta forma, se deseja investir em um imóvel no exterior e deseja ter uma SEGURANÇA JURÍDICA INTERNACIONAL na compra do imóvel ou no investimento a ser aportado os recursos, entre em contato e tenha um assessoria segura para seu investimento.

Desde 2013 assessoramos investidores brasileiros a obterem o permanent residente card-Green Card através de investimentos seguros nos Estados Unidos com base no visto EB5.

Somos desde 2013 o único escritório no Brasil credenciado pela American Chamber of Commerce for Brazil-AMCHAM para divulgar e promover o visto de investidor EB5 para os investidores brasileiros interessados a migrarem com suas famílias para os Estados Unidos.

Veja os investimentos credenciados pelo nosso escritório como forma de diversificação de ativos no exterior.