OAB-CE 6963

Processo de Adoção Internacional de Criança Estrangeira. Saiba como funciona a legislação interna de cada país

processo de adoção internacional de criança estrangeira

Processo de adoção internacional de criança estrangeira. Saiba como funciona a legislação interna de cada país.

Para fins de oferecer aos nossos clientes informações mais precisas e detalhadas acerca do funcionamento do processo de adoção internacional de criança estrangeira em alguns dos países abertos a esse procedimento – signatários da Convenção de Haia, iniciamos um projeto que visa coletar e catalogar as principais e mais pertinentes informações sobre o trâmite e processamento do pedido de adoção internacional em cada um dos países escolhidos.

A ideia inicial é catalogar 30 países coletando as principais informações pertinentes ao funcionamento e tramitação do referido processo.

Entendemos que desta forma nossos clientes podem acessar informações confiáveis para uma visão mais apurada de como funciona o processo de adoção internacional de criança estrangeira em cada um dos países detalhados, e como consequência tomar uma decisão mais segura e estruturada.

O processo de adoção internacional de criança estrangeira dos países signatários da Convenção de Haia relativo à  Proteção das Crianças e Cooperação em Matéria de Adoção Internacional é um procedimento padrão que deve ser seguido por todos os países que aderiram a convenção.

O que existe são algumas variáveis criadas por leis internas de cada um dos países membros, que, não obstante não interferirem no procedimento padrão adotado pela Convenção, cria situações e exigências diferenciadas dentro do processo que devem ser prudentemente analisadas pelos interessados para que não venham a dificultar ou mesmo atrapalhar o trâmite do processual.

Veja os países catalogados até a presente data com as principais informações pertinentes ao processo de adoção internacional de criança estrangeira:

PAÍSES CATALOGADOS:

  1. – Portugal;
  2. – Bolívia;
  3. – Tailândia;
  4. – Polônia;
  5. – Colômbia;
  6. – Chile;
  7. – Vietnã;
  8. – Armênia;
  9. – Peru;
  10. – Bulgária;
  11. – Panamá;
  12.  – Costa Rica;
  13.  – Africa do Sul;
  14.  – Togo;
  15.  – Haiti;
  16.  – Zâmbia;
  17. – Ghana;
  18. – Malawi ( Não signatário da Convenção de Haia) 

Caso tenha interesse em obter os relatórios específicos dos países acima relacionados ou de receber maiores informações sobre o trâmite do processo de adoção internacional de criança estrangeira, entre em contato por telefone ou email  que teremos o maior prazer em atendê-los.

Visite ainda nossos sites em www.programaeb5.com.be   e   www.georgecunha.adv.br

Deixe sua resposta

*

captcha *

error: Content is protected !!